sábado, 11 de junho de 2011

VERDADEIRO AMOR

Veja bem
Eu e você caminhando na luz
Desfrutando dessa paz de Jesus
Antes não era assim
Vivíamos como se fôssemos
Quem não se amava
Mas ao encontrarmos o Salvador
Sumiram nossa raiva e rancor
E brotou o verdadeiro amor
E brotou o verdadeiro amor
E brotou o verdadeiro amor, amor
Então, venha 
Tome a minha mão 
Pois já começou a nossa união
E nada há de nos separar
É tempo de sorrir, de alegria
De remir o que se perdeu
Por que não nos perdoamos?
Quem a nossa ficha limpou
Manda que, de verdade, nos amemos


“Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela. Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama sua mulher, ama-se a si mesmo.”(Efésios 5.25;28)

Cantor: Rafael Araújo

Um comentário:

  1. Olá Felipe,

    "Veja bem, eu e você caminhando na luz".
    Bonito poema... com singulares coincidências.

    Beijos de luz, também.
    Até já.

    ResponderExcluir