sexta-feira, 30 de setembro de 2011

ESCRAVIDÃO VERSUS ADOÇÃO - 9° PARTE

Já que fomos presenteados com um Novo Tratamento, o qual nos permite ser adotados como filhos de Deus, urge que entendamos o que significa esse espírito de adoção. O que podemos ter nesse instituto divino que foi posto ao nosso dispor? O Deus completo e perfeito que temos não iria pagar um preço tão caro, enviando Seu Filho para morrer em nosso lugar, se a obra não incluísse todas as bênçãos de que necessitamos ou venhamos a necessitar. O ato do Senhor em nos adotar como filhos traz implícito tudo o que uma pessoa poderia necessitar para viver dignamente, tendo o Senhor como Pai. 
Esta mensagem transformará a vida de milhões de pessoas. Temos a obrigação de gritar a todos que ninguém mais precisa render-se a qualquer pó de escravidão. Ao mesmo tempo, temos de vigiar para que a nossa liberdade seja uma viva realidade: Estai, pois, firmes na liberdade de com que Cristo nos libertou e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão (Gl 5.1).

---Continua---

11 comentários:

  1. ESTE ESTUDO É MUITO PROFUNDO QUANTOS EVANGÉLICOS VIVE UMA VIDA DE OBRIGAÇÕES E NÃO DE ADORAÇÃO ESPONTÂNEA, ATÉ COMEÇA SUA FÉ DE LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE MAS DEPOIS PARECE VIVE-LA COMO UMA OBRIGAÇÃO, E QUANDO UM CRISTÃO NÃO VIVE A ALEGRIA DA LIBERDADE DE SUA FÉ É MUITO TRISTE.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Felipe,

    Mais uma tentativa!
    A liberdade e um bem maior.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  3. Bonsoir mon chéri Phelipe,

    A imagem, que encima a tua postagem é muito viva e espontânea.
    Li o texto, que postaste, com atenção, como sempre, e na realidade, a Liberdade, seja ela de que cariz seja, é um direito a que temos todos direito, passo a redundância.
    Liberdade, em consciência, falamos nós, e é essa, que pretendemos, está bom de ver.
    O lema da Revolução Francesa baseou-se em três princípios: LIBERDADE, FRATERNIDADE E IGUALDADE.
    Bem queríamos nós agora, que tal lema fosse um prática vivida.
    Infelzmente, assim, não é.
    Um dia, no grande dia, tudo será diferente.
    Todos, nisso acreditam, mesmo os que se dizem ateus.
    Bom Domingo.

    Je t' embrasse avec toute ma tendresse.

    ResponderExcluir
  4. Olá Felipe,

    Estou tão feliz, por conseguir voltar a fazer comentários no teu blogue.
    Oraste, nesse sentido?
    Eu, também.
    JÉSUS, MERCI.

    Baisers tendres.

    ResponderExcluir
  5. OI FELIPE,

    São dez partes?
    Brevemente, postarás.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  6. Olá meu querido Felipe,

    Passei por vários motivos.
    1º - Gosto muito de ti.
    2º - Te quero desejar um dia muito feliz.
    3º - Mais um teste.

    Bisoussssssssssss tendres e de luz.

    ResponderExcluir
  7. Oi Felipe,

    UAUUUUUUUUUUUUUUUU!
    Contigo, dá sempre.

    Me explica, depois, o motivo.

    Beijos de muito carinho e luz.

    ResponderExcluir
  8. Oi Felipe!!
    Belíssimas palavras de amor e liberdade que nos leva a amar e ao amor.
    Beijos e bom domingo!!
    Carla

    ResponderExcluir
  9. muitas pessoas asinda não crêem nisso, uma pena. Não sabem que Jesus pagou um preço tão alto para termos de graça aquilo que nem merecíamos!

    ResponderExcluir
  10. Somos conduzidos sob um estratério, mistura de estratégia com mistério. São João a quem são atribuídas 3 cartas termina a 1ª dizendo que o mundo todo jaz sob o maligno. Mas por que do maligno, por que do pecado original?. Não temos a resposta. Naquele tremendo e glorioso dia porém não perguntaremos mais nada. Talvez para os que vão permanecer eternamente, ser-lhes-ão permitido matar a charada do...estratério...:)

    ResponderExcluir
  11. Pois, aqui está o comentário do anónimo e os meus com o pseudónimo de Luz.
    Outubro de 2011, agora, Novembro de 2017. Seis anos. Por que deixaste de me contatar e paraste teu blog?

    Fico aguardando as tuas palavras, porque tenho certeza de que continuas sendo o mesmo Felipe, que "conheci" há seis anos.

    Beijos.

    ResponderExcluir