domingo, 11 de novembro de 2012

ACEITO O TEU CHAMADO

Quantas vezes já tentei me esconder,
Preocupado com o que iriam dizer.
Já cantei tão vazio, já orei sem querer.
Quantas vezes troquei o sim pelo não,
Mas o Senhor sabia da minha intenção,
A fé se escondia por trás da razão.

O peso da tribulação me quer no chão,
Cansar as minhas asas pra poder não voar,
Mas, estou decidido, não vou mais negar.
O Teu chamado é o que me faz viver,
Por isso eu me sentia perto de morrer,
Mas tomei uma atitude, preciso viver.

Viver Teu chamado, deixar minha história,
Ser carta de Deus para o homem perdido.
Negar o meu eu, romper com os conflitos,
Vou buscar Teu reino, Tua voz não resisto.
Aceito Teu chamado.

Tua palavra foi a força que moveu a minha fé,
Tua palavra foi a base que me colocou de pé,
Tua verdade, o confronto, que me trouxe até aqui.
Quero os Teus ideais, Deus, usa-me.

Bruna Karla

2 comentários:

  1. Oi querido Felipe,

    Claro que todos nós queremos pertencer ao Reino de Deus.
    Deixar tudo, e passar a viver, não obsecadamente, mas de forma pura e verdadeira para Ele, é nosso maior objetivo.

    Repara on último verso, há uma pequena incorreção ortográfica. Já descobriu?

    Bises avec tendresse.

    ResponderExcluir
  2. Enquanto escrevia, fui comendo umas uvinhas do design, do cabeçalho de teu blogue.
    Depois pões mais, tá?

    Baisers ♥

    ResponderExcluir