segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

AÇÕES DO INIMIGO NO HOMEM

Pois o inimigo perseguiu a minha alma; abateu-me até ao chão; fez-me habitar na escuridão, como aqueles que morreram há muito. Pelo que o meu espírito se angustia em mim; e o meu coração em mim está desolado. (Salmo 143.3,4)

Quando a alma está frustrada, o ânimo desaparece, e a vontade é não fazer mais nada. Sem dúvida, tal pessoa está oprimida pelas forças das trevas. Só quem se alimenta do Pão de Deus consegue forças para lutar contra as investidas do inimigo. Sem o alimento verdadeiro, o homem é impotente diante do mal.


Como o texto de Salmos registra, quem der lugar a ele será abatido até ao chão. No entanto, muitas pessoas não percebem que as quedas na moral, na saúde, no casamento, nas finanças já são sinais de que o maligno está dominando a vida delas. É preciso encontrar esses indivíduos e ser firme com elas, falando-lhes a verdade, sem rodeios, e mostrando o que as espera se não se voltarem para o Senhor. Quem é filho de Deus saberá reconhecer o erro e arrepender-se.


Se o seu espírito está angustiado, se já não tem mais coragem de orar ou buscar a Deus e livrar-se das tentações, tome cuidado, pois sua destruição pode estar mais próxima do que imagina. Os servos do Altíssimo renovam as forças a cada dia. Eles negam a si mesmos, tomam a sua cruz (missão) e, com isso, seguem Jesus (Mt 10.38). Se tem perdido alguma batalha, volte correndo para o Senhor, antes que você perca a guerra!


O coração desolado mostra que a comunhão com o Pai não tem sido cultivada. Não dá para entender o cristão que vive pelos cantos, esquivando-se das pessoas e com todo tipo de ressentimento. A cada dia, temos de nos encher do Santo Espírito e avançar para o prêmio da soberana vocação de Deus (Fp 3.14).


O cristão tem de ser alegre, bem disposto, cheio de planos, sonhos, decidido a conhecer a vontade divina e dar a volta por cima. Não aceite uma vida minguada ou inferior ao propósito de Deus para sua vida. Você tem o direto de comer o melhor desta terra (Is 1.19 – ARA). Tome posse desse direito e viva como filho de Deus!

MINISTRAÇÃO NÍVEA SOARES: PERSEVERANÇA


HERDEIROS

Se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados. (Romanos 8:17)

NADA!!!


LEVE BRISA

Estava perdida
Num deserto de solidão.
Não encontrava, pra viver uma razão.
Meu coração já estava cansado
De ser humilhado e de sofrer,
Clamei por Deus em minha aflição
E Ele veio me socorrer.

Meu Rei transforma a tempestade
Em Leve Brisa,
Meu Rei é bom e o seu amor
Enche de benção nossa vida.

Pode crer Ele faz Maravilhas por mim
E quer fazer o mesmo por você,
Pode crer Ele faz maravilhas.

Cuidado com a sua insensatez,
Não se perca na transgressão.
Cuidado com o que você já fez,
Pra não se ferir com as próprias mãos.

Existe um lindo projeto
De Jesus para você,
Veja com os olhos do coração.

Cantora: Mara Maravilha

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

O QUE PODE ESTAR FALTANDO A VOCÊ?

Cobria-me de justiça, e ela me servia de veste; como manto e diadema era o meu juízo. (Jó 29.14)


Jó custou a descobrir o que fez com que o maligno ganhasse permissão para atacá-lo. De início, esse servo de Deus não entendia por que aquilo estava acontecendo em sua vida; aliás, até achava que tal infortúnio era obra divina. Só quem se aproxima verdadeiramente do Senhor entende a razão das coisas que lhe sucedem. Sem a luz do Altíssimo, não conseguiremos ver, de fato, o que está por trás de todas as situações e por que elas ocorrem.


Como todo homem, Jó tentou justificar-se. Aparentemente, não havia explicação para o que lhe aconteceu. Em nossa vida, ocorre o mesmo. Mas, se buscarmos em Deus essas razões, Ele nos mostrará. Há situações que serão reveladas a nós somente no Juízo. No entanto, a verdade é que a maldição sem causa não se cumpre. No caso de Jó, ele temia que Deus não o guardasse e, por isso, exatamente por isso, o maligno conseguiu a permissão.


Jó fazia o que era certo: cobria-se de justiça. Se você também fizer isso, mas deixar alguma tentação entrar em seu viver, ainda que seja um simples medo de que, um dia, você seja atingido, a seta maligna encontrará a porta aberta. Veja se há vezes em que, por algum motivo, você tem tido um pensamento imundo, ou deixado um desejo proibido dar-lhe algum prazer! Isso dá chance para o inimigo entrar.


Esse homem de Deus afirmou que a justiça lhe servia de veste, e isso é algo bom a fazer, porque quem se veste da justiça divina não fica desguarnecido. Jó deixou o temor entrar em seu coração e, por isso, sofreu. O que você tem permitido existir em seu interior? Cuidado! Se a porta estiver aberta, o maligno entrará. 


Veja se o diabo tem encontrado alguma brecha para atuar em sua vida, mas não se considere uma pessoa fraca, achando que, por isso, determinadas coisas existem em você. Neste instante, fale com o Senhor em oração, confesse-Lhe seu erro e não aceite nada que venha do inferno.

MINISTRAÇÃO NÍVEA SOARES: SOMOS TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO


SACRIFÍCIO E ADORAÇÃO

Declaração:

Desde a antiguidade Deus habita no meio dos louvores,
Jesus disse que: "Aquele que oferece sacrifício de louvor, me glorificará".
Não encobriremos dos nossos filhos,
Mostrando à geração futura, o que é sacrifício de louvor,
Assim como a sua força e as maravilhas que Ele faz.
Porque não lembrar de Paulo e Silas
Quando adoravam na prisão e as cadeias se quebraram,
Davi quando salmodiava, dedilhando sua harpa,
Miriã tocava seu tamborim em adoração a Deus.
Povos, línguas e nações, entoarão louvores ao Senhor
E toda carne louvará o Seu nome para todo sempre.

Quando tudo está bem, é fácil cantar.
Quando nada falta, é fácil adorar.
O celeiro está cheio, é fácil ficar animado.
É muito fácil amar, quando a gente é amado.
Mas é preciso aprender que nem tudo é bonança,
Vem a hora da dor e a desesperança,
Vem a ingratidão, vem o desamor,
Mas até nessas horas adore ao Senhor.
Se tudo está difícil, adore ao Senhor.
Mesmo no sacrifício, dai a Ele louvor.
Se você for capaz de adorar a prova vai passar,
O louvor move o céu e as cadeias também podem quebrar.
Mesmo na dor Jó adorou, Paulo e Silas deram louvor.
A terra tremeu, a prisão se abriu,
As cadeias se quebraram.
Davi cantava, o rei se alegrava.
O mal não resiste o louvor,
Louve ao Senhor!

Cantora: Damares

SELOS E PRESENTES

Ganhei este lindo selo do blog: A DIFERENÇA ESTA NO ESPÍRITO, da abençoada Cristiane Silva.
Create your own banner at mybannermaker.com!
A quem agradeço de coração o presente e o carinho com o blog. Deus continue te abençoando grandemente.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

CRENTES AMALDIÇOADOS

Não meterás, pois, abominação em tua casa, para que não sejas anátema, assim como ela; de todo a detestarás e de todo a abominarás, porque anátema é. (Deuteronômio 7.26)

Os israelitas foram proibidos de realizar várias práticas dos povos perdidos, dentre elas, fabricar, ter ou venerar imagens de escultura. Esse culto é uma das abominações que Deus não tolera, pois fere completamente Seu zelo em nos guardar do maligno. Logo, quem desafia o Senhor – seja por ignorância ou provocação – haverá de pagar um alto preço, pois a mão divina não o livrará do inimigo.


Assim como o povo de Israel, se alguém não der ouvidos ao mandamento divino e, mesmo em oculto, tiver algum ídolo, será amaldiçoado. Aliás, mesmo em nossos dias, isso continua a acontecer. Os que se envolvem com a idolatria trazem sobre si maldição, pois qualquer pecado é como uma porta que se abre para o diabo invadir a vida de quem o pratica. O bom, então, é nunca cometê-lo e não se deixar levar por aquilo que é condenado na Palavra do Senhor.


O nosso louvor, respeito e nossa adoração devem ser dedicados somente ao Criador dos Céus e da Terra, visto que Ele não permite que outro receba o que Lhe é devido. Só Ele é Senhor, único e verdadeiro Deus; por isso, nossa adoração tem de ser feita em espírito e em verdade (Jo 4.23,24). Então, é bom se cuidar, a fim de não cair na armadilha maligna de fazer uma escultura que represente o Altíssimo ou quem Ele usou no passado.


Limpe sua casa – seu coração – de qualquer abominação e não transforme em ídolo sua metade, seu filho, ou seu neto. Não troque o Todo-Poderoso por nada, não seja responsável pela queda de alguém. Deus há de retribuir a todos segundo suas obras, sejam elas boas ou más (Sl 62.12).

MINISTRAÇÃO NÍVEA SOARES: ANSIEDADE

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

DEUS CONVERTE A MALDIÇÃO EM BÊNÇÃO

Naquele dia, leu-se no livro de Moisés aos ouvidos do povo; e achou-se escrito nele que os amonitas e os moabitas não entrassem jamais na congregação de Deus, porquanto não tinham saído ao encontro dos filhos de Israel com pão e água; antes, assalariaram contra eles a Balaão para os amaldiçoar, ainda que o nosso Deus converteu a maldição em bênção. (Neemias 13.1,2)

Os filhos de Amom e Moabe eram parentes dos israelitas; porém, por causa da maldade do coração deles, foram proibidos de entrar na congregação do Senhor. Essa é a pior parte da história: um povo inteiro proibido de entrar na casa de Deus.


Essa proibição não se deu pelo fato de eles terem sido gerados por incesto, pois eram descendentes dos filhos de Ló, sobrinho de Abraão, com suas duas filhas. O erro deles foi não ter saído com pão e água para se encontrar com os filhos de Jacó; mas, em vez disso, assalariaram Balaão para amaldiçoar o povo de Deus (Nm 22.4-6). Sempre deixe o Espírito de Deus dirigir você e não faça uso do medo para tomar decisões, pois, dessa forma, isso se tornará laço para sua vida.


Os amonitas e os moabitas sabiam que Deus estava com os filhos de Israel e, em vez de louvar o Senhor com boa atitude, optaram pelo caminho do mal. Contudo, eles não tinham noção de que o plano maligno nunca prevaleceria contra a sorte do povo santo, uma vez que Balaão não podia atender-lhes o pedido. Com a operação divina, esse profeta revelou um decreto de Deus, que diz: Pois contra Jacó não vale encantamento, nem adivinhação contra Israel (Nm 23.23).


O que parecia ser maldição tornou-se bênção, pois, desde então, as tentativas do inimigo de amaldiçoar os que são do Pai não têm logrado êxito. Veja como o Altíssimo é amigo de quem faz parte do Seu povo, pois Ele converteu a maldição em bênção. Esse é um recado para todos os que fazem parte do povo do Senhor: qualquer maldição lançada contra aqueles que temem o Altíssimo será em vão; além disso, ela irá tornar-se bênção, e fará os servos de Deus mais felizes.


Agora, entenda a mensagem do nosso Pai: Ele transforma a maldade, os desejos malignos e as maldições que lançaram sobre sua vida em bênçãos. A intervenção do Senhor é tão grande e operante, que os membros da família divina os quais foram amaldiçoados sairão muito mais abençoados do que antes.


Ninguém deve brincar com o Senhor. Sem dúvida, Ele falou ao coração daqueles povos para que fossem ao encontro de Israel com pão e água, mas eles deram ouvidos ao diabo. Quem sabe qual é a vontade do Altíssimo e não Lhe dá ouvidos, sem dúvida, perde muito. A história dos amonitas e dos moabitas está na Bíblia para nos servir de exemplo.


Veja o que o Senhor tem falado a você e coloque-se em ação. Deixar de dar ouvidos ao Altíssimo pode passar de privilégio a castigo. Ele quer usar sua vida para seu benefício eterno. Deus pensa em seu futuro, no que lhe acontecerá após a morte.

DERRAMAR

Como poderei não derramar minha alma
Se em lágrimas meu ser se encontra.
Como poderei não derramar meu coração
Se em dores os meus ossos se perguntam:
Onde está o meu Deus e o meu Libertador?
Minha alma tem sede de Ti, oh Deus!
Quando me verei diante de Ti?
Minha alma tem sede de Ti, oh Deus!
Quando estarei diante de Ti?
Como poderei não derramar meu espírito
Se a cada manhã, Senhor, eu Te procuro.
Como poderei não levantar a minha voz
Se cada parte do meu ser queima por Ti.

Cantora: Heloísa Rosa

sábado, 7 de janeiro de 2012

A ESTRANHA OBRA DO SENHOR

Porque o Senhor se levantará, como no monte de Perazim, e se irará, como no vale de Gibeão, para fazer a sua obra, a sua estranha obra, e para executar o seu ato, o seu estranho ato. (Isaías 28.21)

O Senhor não mede esforços para praticar a justiça e ajudar os Seus. Por isso, loucas são as pessoas que desejam atingir quem é dEle. O nosso Deus cria estratégias, traça planos e luta em favor de quem nEle põe a sua confiança. O relato de Isaías nos relembra o que aconteceu quando Davi foi confirmado rei sobre Israel e os filisteus foram envergonhados e derrotados ao se levantarem contra o ungido do Senhor (2Sm 5.17, 1Cr 14.8-17).

Deus repete Suas ações. Ele ama a justiça, bem como os que são dEle (Sl 37.38). Todos os injustiçados podem reivindicar a ajuda divina, pois ela lhes será dada. Os que fizerem maldade contra os filhos de Deus pagarão um preço caro não somente no dia do Juízo, mas também durante o tempo em que viverem aqui. O Altíssimo fará o necessário para ajudar os que O procuram. O Pai tem um apreço tremendo por todos os que fazem parte do Seu corpo. Se os filhos do Senhor, ao serem desafiados ou afligidos, orarem, receberão  a direção exata do que deve ser feito para vencer os inimigos.

Davia havia acabado de ser reconhecido como rei sobre todo o Israel. Os filisteus, achando que era a hora mais propícia para vencê-lo, foram com toda a fúria e força para envergonhâ-lo. Mas não contavam com a coragem daquele servo do Senhor com o que Deus é capaz de fazer em favor de quem é dEle. O Altíssimo mostrou ao rei como deveria lutar, e o próprio Deus criou os meios para que Sua obra, ainda que parecesse impossível, fosse realizada. Ele fez com que os filisteus fossem envergonhados e derrotados.

Não tenha medo das ameaças do adversário. Levante-se para lutar contra ele e vencê-lo. Peça ao Senhor a direção e, destemidamente, faça a obra. Não deixe de assumir seus direitos em Cristo, pois eles estão ao seu dispor neste momento.

Livro: Bençãos do inverno
Autor: R.R Soares
Editora: GRAÇA EDITORIAL

ÚNICO CAMINHO

domingo, 1 de janeiro de 2012

TEREMOS UMA NOVA CASA

Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus.(2Coríntios 5.1)

A certeza que obtemos com as palavras do Senhor Jesus nos dá a confiança de que, na eternidade, seremos muito melhores do que somos aqui. Não temos o menor receio de enfrentar o envelhecimento nem mesmo a morte. Quando o nosso corpo, feito de carne e osso, não aguentar mais, seremos trasladados para uma nova casa feita pelo próprio Deus, nos céus (Jo 14.2), a qual será eterna, glorificada, e não estará mais sujeita aos ataques do inimigo nem sofrerá a corrupção.

Se as pessoas que ainda não se converteram abrissem os olhos para a importância da Palavra de Deus, também participariam das bençãos que estão à nossa disposição aqui, nesta vida, e no porvir. Para alguns, a nossa confiança no Senhor ultrapassa os limites da razão e da lógica. Eles também poderiam ter a certeza que os salvos possuem, mas aprenderam a viver apenas pelos sentidos. A Bíblia nos garante que, na eternidade viveremos bem melhor do que se pode viver neste mundo.

Quem conhece as Escrituras não tem o menor receio de enfrentar o amanhã, pois sabe que, com o envelhecimento, aproxima-se o dia em que o Senhor irá levá-lo para o mundo da felicidade. Para os salvos, a morye não traz as ameaças e incertezas que os perdidos sentem. Se, nesta terra, podemos viver bem, nos céus, ao lado de Jesus, haveremos de ter uma vida plena. Aqui, a fé nos dá condições de fazer a vontade divina; nos céus, seremos conhecedores das coisas, como o nosso Deus o é. Nós O conheceremos como dEle somos conhecidos (1 Co 13.12).

Mais cedo ou mais tarde, o nosso corpo não aguentará, e, então, não estaremos mais aqui. O nosso espírito, o qual é eterno, feito do mesmo material do Senhor, terá uma nova casa, criada pelo próprio Deus.

Não se envolva com o pecado, pois ele poderá tirá-lo do plano de Deus e lançá-lo nas densas trevas. Faça tudo para não dar ao diabo chance de operar em sua vida.

Livro: Bençãos do inverno
Autor: R.R Soares
Editora: GRAÇA EDITORIAL

SALMO 121

(1) Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro?
(2) O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.
(3) Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não dormitará.
(4) Eis que não dormitará nem dormirá aquele que guarda a Israel.
(5) O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua mão direita.
(6) De dia o sol não te ferirá, nem a lua de noite.
(7) O Senhor te guardará de todo o mal; ele guardará a tua vida.
(8) O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.