segunda-feira, 18 de junho de 2012

O PAPEL DA AUTORIDADE

"nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus. (2 Corintios 4.4)"

Lendo a passagem de 2 Coríntios, comecei a notar algo que nunca tinha visto antes: precisamos romper o poder do diabo sobre nossos entes queridos não-salvos, por que o inimigo cegou a mente deles!
Algo dentro de mim falou: "Você acha que uma pessoa com a mente sã e bom senso dirigiria seu carro a 140 ou 160km/h na estrada, passando direto por faróis vermelhos piscando e por sinais de perigo ou desabamento, e se desviaria do caminho para um encontro com a morte?".
Respondi em voz alta:"Não! Não acho".
Levantei-me com a Bíblia em uma das mãos, ergui a outra ao céu e falei: "Em Nome do Senhor Jesus Cristo, rompo o poder do diabo sobre a vida de meu irmão e reivindico a sua libertação. Isso importa em libertação das garras do adversário e na plena salvação em Nome de Jesus. Amém!".
Depois que fiz aquela oração, rompendo o poder do maligno sobre a vida de meu irmão, considerei a questão solucionada. Nem sequer com meus pensamentos queria mais tocar no assunto; não pensava mais a respeito, ainda que tudo parecesse piorar.
Se o diabo me tivesse levado a duvidar de minha oração, ele iria me derrotar. Mas, simplesmente, desliguei minha mente a esse respeito.
Falei:"Não, não estou achando(duvidando) que ele será salvo. Entenda, Satanás, que lancei mão do nome de Jesus (Satanás não pode negar o poder daquele Nome), rompi seu poder sobre meu irmão e reivindiquei a sua libertação e a plena salvação!".
Dentro de duas semanas, ele foi salvo.

RAZÃO X FÉ

Esse é um ponto crítico para receber a salvação, a fé ou o que mais você precisa da parte de Deus: enquanto Satanás conseguir manter você na arena da razão (não te deixar enxergar pela fé), ele irá vencê-lo todas as vezes, em toda batalha, em todo conflito. Mas, se você mantiver Santanás na arena da fé, irá derrotá-lo em todas as circunstâncias.

Livro: Ministrando a sua família
Autor: Kenneth Hagin e Kenneth Hagin Jr.
Editora: GRAÇA EDITORIAL

MINISTRAÇÃO NÍVEA SOARES: UMA VIDA EDIFICADA EM DEUS


AGUENTA FIRME


NÃO HÁ IMPOSSÍVEIS

Pra Deus não há impossíveis,
Da morte Ele tira vida,
De um deserto Ele faz brotar
Um rio de águas tão profundas.
Pra Deus não há impossíveis,
Das cinzas Ele ergue a sua fé,
Troca esse coração por um novo
E tudo volta ao lugar.
Quanto tempo faz que você chorou?
Quanto tempo faz que um hino te tocou?
Pra onde se foi o coração sensível ao espírito de Deus?
O que aconteceu?
Faça renascer um jardim melhor.
O céu não se fechou, a fonte ainda está lá,
Molha onde secou. Se entregue outra vez,
Pra cantar, pra chorar, pra mover o coração de Deus.

Davi Fantazzini e PG

sábado, 9 de junho de 2012

A IMPORTÂNCIA DA PERSEVERANÇA

“Orando em todo tempo com toda oração e súplica no Espírito e vigiando nisso com toda perseverança e súplica por todos os santos” (Efésios 6.18).

A oração tem um papel fundamental na vida daquele que se torna vencedor no Evangelho. Quem ora corretamente descobre que o Altíssimo é com ele, como foi com os outros servos.
Devemos orar sempre, principalmente quando somos dirigidos a isso ou visitados por uma tentação. A oração que prevalece é a da fé, feita sobre o que se aprende nas Escrituras. Ela é a única atendida por Deus, por isso devemos fazê-la, ainda que já a tenhamos realizado várias vezes em um mesmo dia. Veja: essa oração não é uma repetição daquilo que já falamos em outros momentos, mas, sim, a expressão do em que cremos em nosso coração. Diante dos ataques do mal ou de qualquer oportunidade, o correto é nos lembrarmos do que o Todo-Poderoso fala em Sua Palavra a respeito de determinado assunto e, então, orarmos com determinação. 
A súplica é uma oração menor, a expressão de um desejo. Por exemplo, quando estamos trabalhando ou fazendo outra coisa, e vem ao nosso coração certa pessoa, devemos, no mesmo instante, pedir a ajuda divina, dizendo: “Pai, abençoa Fulano”. A súplica e a oração que prevalecem devem ser feitas no Espírito – de acordo com o entendimento que o Santo Espírito nos dá ou no momento em que sentimos a presença divina, pois, nessa hora, estamos em contato com o Espírito do Senhor. 
Depois de termos orado, é de suma importância vigiarmos com relação àquilo que pedimos. Se clamarmos por algo fora da vontade divina, não seremos atendidos, mas, se orarmos segundo o que nos foi revelado, será impossível o Senhor negar-nos Sua bênção. Na verdade, o inimigo se esforçará a fim de que não recebamos o que o Altíssimo tem para nós, mas, em Cristo, o que nos foi revelado já é nosso! Basta ficarmos vigilantes para que Satanás não use seus subterfúgios e nos roube a vitória. Temos de vigiar com toda perseverança e súplica por todos os santos.

MINISTRAÇÃO NÍVEA SOARES: RELACIONAMENTO COM DEUS


UMA VOZ DE TRISTEZA E A ESPERANÇA DE UMA MÃE

Assim diz o SENHOR: Uma voz se ouviu em Ramá, lamentação, choro amargo; Raquel chora seus filhos; não quer ser consolada quanto a seus filhos, porque já não existem.
Assim diz o SENHOR: Reprime a tua voz de choro, e as lágrimas de teus olhos; porque há galardão para o teu trabalho, diz o SENHOR, pois eles voltarão da terra do inimigo.
E há esperança quanto ao teu futuro, diz o SENHOR, porque teus filhos voltarão para os seus termos.


(Jeremias 31. 15,17)

TU ESTÁS COMIGO


ESTOU CONTIGO

A noite chegou, eu estou a clamar.
O medo chegou, eu estou a chorar.
Mas tua palavra diz: "o choro pode uma noite durar, 
E pela manhã a alegria virá".
Mas, senhor, a noite é longa,
E demora a passar, e os meus inimigos estão a zombar de mim,
Porém, olho para o céu, de onde me virá o socorro.
Então, ouço a tua doce voz a me acalmar:
Eu estou contigo, não te deixarei,
Durante a noite, tua voz ouvirei.
Passo a noite contigo, pra te guardar,
E pela manhã minha promessa em tua vida se cumprirá.
Eu sou o Deus do dia, o Deus da noite e da madrugada.
Eu sou o teu abrigo, estou contigo,
Não te deixarei.

Jotta A

domingo, 3 de junho de 2012

EM TODA A VOSSA MANEIRA DE VIVER

“Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver” (1 Pedro 1.15).

 A ordem divina é que sejamos santos. O próprio Deus – o qual sabe quem somos – chamou-nos para Sua obra. Também é verdade que Ele operou em nós a recriação do nosso espírito, por isso temos condições de dizer “não” às tentações. No entanto, se ficarmos brincando com as ofertas que o diabo nos faz, veremos, mais cedo ou mais tarde, que não há mais perdão para a nossa maneira errada de viver.
Temos de ser separados do mal. Quem se ajunta com o Deus santo torna-se santo. Por outro lado, aquele que se une ao pecado torna-se pecador. A pessoa que tem alguma fraqueza moral e sempre se deixa levar pela sugestão do diabo deve, urgentemente, buscar a face do Senhor e confessar seu problema. Ao mesmo tempo em que se arrepende, ela precisa pedir condições de se afastar do erro. Aqueles que, um dia, estão bem e, no outro, voltam a praticar o que a Palavra de Deus condena reconhecerão que já não há mais aceitação por parte do Senhor – caso permaneçam nessa situação. 
O certo é observar o seu proceder. O que se passa em seu coração é de suma importância, porque, se nele houver prazer no pecado, você não sentirá mais necessidade de pedir misericórdia; afinal, já estará afastado do Caminho. Então, enquanto é tempo, corte de uma vez por todas a sua ligação com o mal. Não deixe o inimigo oprimi-lo. Quando você der um basta nessa situação, o diabo não terá mais condições de lhe trazer as suas sujas sugestões e tentações.
Quem não se firma no que a Escritura declara nem toma sua posição em Jesus não consegue livrar-se dos ataques demoníacos. Se você deseja agradar a Deus, seja forte e não dê lugar ao diabo (Efésios 4.27). Assim, as pessoas descobrirão que, tendo o mesmo tipo de fé que você possui, também poderão viver no mais alto nível!

MINISTRAÇÃO NÍVEA SOARES: ARRANCANDO O MAL PELA RAIZ


CRISTO EM MIM


ME ESVAZIAR

Eu quero me esvaziar de mim, eu quero me esvaziar da religiosidade.
Eu quero me esvaziar de mim, eu quero me esvaziar de todos os meu títulos
E de tudo o que me afasta de Ti, Jesus.
Eu quero me esvaziar de mim, eu quero me esvaziar das dores e desilusões.
Eu quero me esvaziar de mim, eu quero me esvaziar da prisão do passado
E de tudo o que me afasta de Ti, Jesus.
Aonde eu irei Senhor? Pois só Tu tens as palavras de vida eterna.
Onde me esconderei? Tu és o ar que eu respiro, tua presença me atrai.
Então, inunda-me com Teu amor, transforma-me com Teu amor,
Atrai meu coração a Ti, Senhor.
Move-me com Teu amor e usa-me só pra o Teu louvor, 
Ensina-me a ouvir o Teu coração.
Eu me esvazio, Senhor, me leva em Teus braços de amor.
Eu me esvazio, Senhor, de mim mesmo. Eu me esvazio dos meus títulos,
Eu me esvazio da minha glória, sim Deus.
Eu me esvazio da dor, eu me esvazio do passado, do peso do pecado.
Eu me esvazio, Senhor, me leva em Teus braços de amor.
Eu me esvazio, Senhor, de tudo que é do homem eu me esvazio.
Eu me esvazio, eu me esvazio, 
Assim como o Senhor Jesus se esvaziou até a morte. 
Eu quero me esvaziar de mim mesmo, pra que Tu venhas me encher.

Nívea Soares