quinta-feira, 4 de abril de 2013

POR QUE ENTENDER AS ESCRITURAS?

Então, abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras.  (Lucas 24.45)

Aprender o que está escrito na Bíblia é como estar diante do Senhor. Quem não o faz jamais teme, ou respeita, o único e verdadeiro Deus. Esse respeito é o princípio da sabedoria (Pv 9.10) e, sem ele, não teremos o favor divino à nossa disposição nem  conseguiremos ensinar aos nossos filhos o Caminho que devem trilhar. Se isso não ocorrer, seremos responsabilizados pelo fracasso nesta importante missão.

Procure sempre estar diante de Deus, pois isso o ajudará. Saiba que quem não aprender do Senhor será ensinado pelo mentiroso - Satanás -, que, por ser mau e perverso, veio para roubar, matar e destruir (Jo 10.10a). Por outro lado, ao aprender seus direitos e o que fazer em todas as situações, você só terá vitória. Sem dúvida, o Senhor quer que você seja bem-sucedido em tudo na sua fé nEle.

A orientação divina é para que coloquemos Suas palavras em nosso coração e em nossa alma (Pv 7.1). Não deixe que haja um só espaço vazio; se houver, o imundo entrará, e você começará a fazer a vontade dele. Entenda que, com Jesus, as coisas são infinitamente melhores do que com o diabo. Com Cristo, não há, nem haverá, momento algum em que você ficará do lado perdedor. Por que, então, não estar do lado que vence, sem condenação?

Esse assunto é tão importante que o Altíssimo orientou os filhos de Israel que atassem as Suas palavras nas mãos para que ficassem com o que viam diante dos seus olhos (Dt 6.8). Em outras palavras: eles jamais deveriam se esquecer de Suas orientações. Com isso, multiplicariam seus dias na Terra da Promessa, a qual, hoje, para nós é o Evangelho.


8 comentários:

  1. Que lindo isso! A maneira como expressou tão bem e de forma tão simples, algo que há muito tempo esta em meu coração, mas, que eu não achava maneira de explicar com clareza.
    Precisamos ser cheios da palavra e da sabedoria que vem do nosso DEUS, pois, só assim teremos vida e vida em abundância.
    Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  2. Olá, querido Felipe!

    Já tinha saudades de deixar comentários no teu blog.

    Interpretar e entender as Escrituras, é muito importante, mas depende de quem as interpreta e se as sabe interpretar, para as entender.

    NÃO PODE, NÃO DEVE, "PUXAR a BRASA À SUA SARDINHA", como se diz, por cá.

    Deus usou muitas figuras de estilo e parábolas daí a interpretação da Bíblia, não ser tão simples e linear, assim, não.

    E porquê tantos credos, se só existe um único Deus e um livro sagrado? Então, unamo-nos!

    Todos oos Cristãos, verdadeiramente, crentes, deveriam se unir e se compreender, e não se dividirem por questões que geralmente têm a ver com lucro (isto atualmente).

    Se recuarmos aos séculos passados, há também que referir a questão económica, a do "dinheiro", que não foi a mais importante, ou seja, não foi aquela que determinou a divisão em dois grupos: Católicos (estes já existiam, há muito) e Protestantes, hoje ditos Evangélicos, porque seguem e aplicam em suas vidas, O Evangelho.

    E os outros, será que não seguem e aplicam? Somos filhos do mesmo Pai, então somos todos IRMÃOS.

    E os Muçulmanos? Que Deus será o deles? O mesmo que o nosso, certamente, mas o Corão é nalguns pontos bem diferente da Bíblia.

    Bom fim de semana.
    Beijos, com afeto e ternura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que não deveria me intrometer neste espaço que é de propriedade deste brilhante jovem que é o Filipe.
      Todavia, atrevo-me a tecer algumas considerações à prezada Luz.
      Em primeiro lugar, para quem tem o Espírito Santo de Deus, é bem evidente que este jovem escreve seus posts bem dentro da Palavra do Senhor, atribuindo-lhe autêntica interpretação.
      Em segundo lugar, devemos lembrar que "Filhos de Deus" são apenas os Renascidos e regenerados em Jesus Cristo.
      E, em terceiro e último lugar: Não! Os muçulmanos não são -e nem querem ser- irmãos dos Cristãos. E o "deus" deles não é -sob nenhuma hipótese- o mesmo que o Nosso Deus. Alá é vingativo, sanguinário e intolerante, enquanto o GRANDE "EU SOU" é Justo, Amoroso e Paciente.

      Não me entenda mal, mas precisava responder-lhe como senti em meu coração.

      Que o Senhor Deus - O ÚNICO - te abençoe sempre.

      Adna.

      Excluir
  3. Louvo à Deus por sua vida, Felipe! Sou da cidade de Rio Branco, no Acre, e tenho visitando seu blog, edificando-me com suas meditações.
    Jovens como você são uma raridade...Como eu gostaria que aqui encontrássemos mais jovens com essa fome de Deus que vc tem!...Continue "combatendo o bom combate", pois vc sabe QUEM É O TEU SENHOR. E a coroa da justiça já te aguarda.
    Abraços fraternos em Cristo Jesus.

    Adna.

    ResponderExcluir
  4. Gostei do texto. É como diz Aline, da Cidade das Pirâmides, "Despertar sua consciência o torna pensante, lúcido, um DEUS em ação". Refletir faz bem! www.deolhonomundo.com Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Amei....se todos nos pudessemos alem de conhecer sempre praticar cada ensinamento da palavra de Deus, teriamos um mundo melhor!


    bjsss querido

    ResponderExcluir
  6. Caríssima Edna Charife (seu apelido me oparece de origem árabe...)

    Foi com prazer que li sua opinião, aqui, que muito respeito.
    Poderia ter ido a um dos meus dois blogues, tal como eu já fui ao de você, e trocaríamos impressões, lá.

    Penso, todavia que o Felipe, não se importa, que falemos, por aqui.

    Pelo que presumi, e de acordo com o que escreveu, aqui, é evangélica, não interessando a que igreja pertence. Eu sou católica, assumidíssima, reconhecendo TODOS os erros, que esta praticou, pratica e quem sabe, praticará.

    FILHOS DE DEUS SOMOS TODOS NÓS. NÃO HÁ ELITES, PARA DEUS.

    Quanto ao Muçulmanos, há gente boa e gente menos boa, como em qualquer lugar ou comunidade religiosa. Sei que só há um Deus, e portanto o deles é o nosso. Eles fazem parte deste planeta, e não devem ser marginalizados, por ninguém.

    O Islamismo tem vindo a evoluir, como qualquer outra religião. Mudar mentalidades, leva séculos, a se conseguir, e ninguém, habitante da terra, é detentor/a da verdade absoluta, portanto a Edna também não é.

    COMO SÓ DEUS CONHECE OS CORAÇÕES, não sei se serão aqueles que mais PARECEM cumprir e seguir as escrituras, que habitarão uma nova terra.

    Gostei muito da sua interperlação, e a você desejo o melhor do mundo.

    Tenha dias felizes, com amor.

    ResponderExcluir
  7. Olá Felipe,

    Você também anda bem sumido do blog-esfera, assim como eu. Tenho andado bastante atarefada na minha vida real, mais a saudade bateu e cá estou novamente.
    Gostei muito do texto sempre preparado com muita sabedoria. Deus é o melhor professor que encontraremos na vida pra nos orientar na nossa caminhada, porque ele conhece além de tudo, os mais ocultos desejos dos nossos corações.
    Deixo um grande abraço!
    Ótima semana!

    ResponderExcluir